terça-feira, 1 de junho de 2010

Alimentação infantil: orientações práticas para o primeiro ano de vida

Como deve ser o aleitamento materno1?

O aleitamento materno1 é ideal para a criança no seu primeiro ano de vida. Ele deve ser exclusivo (sem adição de água ou chás) até os primeiros seis meses de vida. No segundo semestre, o leite materno continua sendo importante, mas devem ser introduzidos progressivamente novos alimentos.

A alimentação ao seio fortalece o vínculo mãe-filho e deve ser estimulada para todos os bebês2, sempre levando em consideração a vontade, a disponibilidade e a dedicação maternas.

Quando dar vitaminas e ferro para o meu filho?

Crianças saudáveis precisam de complementos vitamínicos e de ferro profilático a partir de seis meses de idade, quando são introduzidos novos alimentos além do leite materno. Isto evita a anemia ferropriva3 (por deficiência de ferro) tão comum nesta faixa etária.

Bebês2 prematuros e recém-nascidos de baixo peso devem iniciar estes complementos vitamínicos a partir do sétimo dia de vida e de ferro em torno de um mês de vida.

Qual o melhor leite para o bebê que não amamenta ao seio?

Nos casos em que amamentar seja impossível, os pediatras devem orientar o desmame dando suporte às mães e ao bebê. Deve-se dar preferência às fórmulas lácteas enriquecidas como Nan 1 e 2, Nestogeno 1 e 2, dentre outros.

O leite de vaca não é o alimento mais adequado para a criança no primeiro ano de vida, pois apresenta baixo teor de ferro e baixa biodisponibilidade, provoca perdas de sangue4 nas fezes, apresenta alto teor de eletrólitos e de proteínas5, podendo sobrecarregar o funcionamento dos rins6. Além de ter quantidades inadequadas de algumas vitaminas e de ácido linoleico.

E naqueles casos em que o leite de vaca é usado. O que fazer?

É necessário adicionar 5% de açúcar7 e 3% de óleo de milho. Após os três meses de vida, pode-se adicionar 3% de farinhas.

Quando iniciar os sucos de frutas?

Sucos de frutas naturais e preparados na hora da administração podem ser introduzidos a partir de dois meses de idade para aqueles bebês2 que não estão em aleitamento materno1 exclusivo, ou seja, aqueles que estão recebendo aleitamento artificial.

Deve ser oferecido durante o banho de sol, pela manhã, com pouca ou nenhuma adição de açúcar7, cerca de 100 ml no máximo. Eles não substituem uma mamadeira com leite.

E as papas de frutas?

As papas de frutas são introduzidas a partir dos quatro meses nas crianças em aleitamento artificial e a partir dos seis meses naquelas em aleitamento materno1 exclusivo. Sempre introduzir cada fruta separadamente. Depois elas podem ser misturadas. Pode-se começar com banana amassada, seguida de maçã raspada, pêra, mamão, abacate, etc. e depois ir juntando duas ou mais por vez.

Nas papas de frutas podem ser colocados carboidratos após a introdução das frutas sozinhas.

As papas devem ser oferecidas na colher. Os bebês2 têm um movimento de projeção da língua, parece que estão cuspindo o alimento, mas isto não significa que eles estejam recusando as frutas oferecidas. Aos poucos este movimento vai sumindo.

Esta fase treina a criança para deglutir alimentos sólidos e semi-sólidos.

Papas salgadas. Como devem ser preparadas?

Esta refeição deve ser consistente e incluir um ou mais dos grupos de alimentos citados abaixo. Eles devem ser introduzidos gradativamente.

Grupos de alimentos ricos em determinados nutrientes:

Proteínas5 de origem animal: carne bovina, carne de frango (dar preferência para o frango caipira), fígado8 ou outras vísceras, peixes.
Proteínas5 vegetais: feijão, lentilha, soja, grão de bico, leguminosas em geral.
Carboidratos: batata, batata baroa, mandioca, abóbora, abobrinha, batata doce, macarrão, arroz, farinha de trigo, polvilho, etc.
Alimentos ricos em vitaminas e sais minerais: agrião, couve, alface, almeirão, repolho, espinafre, vagem, couve-flor, brócolis, rúcula, salsa, cebola, cebolinha, tomate, etc.
Deve-se dar preferência aos temperos naturais como salsinha, cebolinha, ervas finas, alho e cebola para reduzir a quantidade de sal nos alimentos oferecidos à criança. Pode-se usar o sal, mas sem exageros.

Como é o modo de preparo da sopa salgada?

Levar ao fogo a água com os ingredientes já picados e os temperos. A quantidade de água não deve ser excessiva, apenas o necessário para cozinhar os alimentos sem sobrar muito líquido, assim os nutrientes são preservados.

Quando estiver bem cozida, de consistência mais ou menos espessa, amassar com um garfo, refogar em pequena quantidade de óleo ou azeite e colocar uma pitada de sal.

Os alimentos também podem ser cozidos no vapor para preservar seus nutrientes.

Quando oferecer ovo a uma criança?

A partir dos seis meses, pode-se acrescentar à papa salgada um quarto de gema de ovo cozido, aumentando a quantidade gradativamente até completar uma gema inteira mais ou menos três vezes na semana. Após o primeiro ano de vida, oferecer também a clara de ovo cozida.

Fonte: www.abc.med.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Newsletters

Facebook

Twitter

Instagram