segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

As dúvidas mais comuns sobre alimentação infantil- perguntas e respostas

Respondi algumas perguntas ontem para o Blog Mamãe Modernex da empresa Dermodex e resolvi postar aqui no blog da NutriTerapia também ! 

As dúvidas são provenientes de mães enviadas via twitter da própria empresa e são dúvidas comumente levantadas por mães de primeira, segunda e terceira viagem, afinal cada criança é única e cada uma possui suas próprias preferências e particularidades.

Para tratar e entender melhor essas necessidades da infância, leia abaixo o que pode e deve ser feito em cada situação e caso surja mais alguma dúvida no meio da caminho é só enviar: www.twitter.com/nutriterapia 


Dúvida 1

minha filha vai começar a comer e gostaria de saber se podemos congelar as papinhas naturais e ir tirando na hora de comer. Preciso de alguma alternativa, pois sou sozinha cuidando de tudo e fazer duas comidas, pra mim e pra ela vai ser complicado.

NutriTerapia: É claro que é sempre preferível oferecer os alimentos frescos e preparados pouco antes da oferta, pois durante o processo de cozimento e congelamento de alimentos in natura  acontecem inúmeras perdas de vitaminas e minerais, porém o mundo moderno necessita de algumas atitudes práticas e rápidas como o congelamento de papas.
O congelamento é um método de conservação muito eficaz, porém deve ser feito de forma correta e segura, respeitando todos os requesitios e exigências para um congelamento adequado. 
Procure congelar alimentos e papas diferentes para evitar a monotonia alimentar. Evite o cozimento de um único sabor de papa e a oferta consecutiva da mesma preparação, Diversifique ao máximo os alimentos preparados e ofereça alimentos diferentes todos os dias.

Segue em anexo um link com as técnicas para congelar alimentos in natura.


Dúvida 2
Qual a idade certa para o bebê começar a ingerir alimentos sólidos?
NutriTerapia: A alimentação complementar deverá ser inserida na rotina da criança a partir do sexto mês de vida, se amamentada exclusivamente. Em caso de aleitamento misto (leite materno e fórmula infantil de partida) a introdução de alguns alimentos, como sucos e frutas, poderá ser iniciada a partir do 4º mês.

Dúvida 3
Macarrão instantâneo faz mal para a criança?
NutriTerapia: Macarrão instantâneo é um alimento pobre em nutrientes, fibras e vitaminas e rico em sódio e gorduras, portanto deve ser evitado ao máximo a oferta desse tipo de alimento devido à ausência de nutrientes importantes para a criança.

Dúvida 4
Quando o bebê pode comer frutos do mar (peixe)?
NutriTerapia: O bebê pode começar a consumir pescados a partir da introdução da refeição salgada na alimentação complementar, ou seja, a partir dos 7 ou 8 meses de vida. Nesse momento, a criança já estará preparada para receber alimentos ricos em proteínas animais, além disso, peixes são alimentos ricos em ácidos graxos essenciais e outros minerais importantes como zinco, e possuem grande importância no desenvolvimento infantil.

Com que freqüência posso oferecer doces para a criança, como balas de goma, chocolates?
NutriTerapia: Os doces devem ser evitados na infância e só devem ser oferecidos, preferencialmente, após os 24 meses de vida.
Quando a introdução desse grupo alimentar (industrializados e açucarados) é feita precocemente, ou seja, antes dos 2 anos de idade, a criança possui maior dificuldade para provar e tolerar sabores ácidos, salgados e amargos.

Dúvida 5
O bebê pode tomar suco de fruta natural todos os dias? 
NutriTerapia: Sim, os sucos de frutas naturais são grandes aliados na alimentação infantil. Eles fornecem boas doses de vitaminas, minerais e calorias, porém não devem ser oferecidos durante a amamentação exclusiva nem substituir refeições. O dia alimentar da criança deve ser divido em aproximadamente 6 refeições e cada refeição deve ser composta por grupos alimentares específicos, como lácteos, carboidratos, frutas, verduras e etc. Para saber quais grupos alimentares e quantas porções devem contemplar o dia da criança consulte um nutricionista ou pergunte ao pediatra, pois cada faixa etária possui uma necessidade nutricional.

Dúvida 5
Crianças podem comer fast food?
NutriTerapia: Estamos entrando na era do slow-food, ou seja, das refeições preparados de forma lenta e mais naturalmente possível. Fast food são alimentos ricos em calorias e gorduras, pobres em proteínas e vitaminas. Esses alimentos são classificados como alimentos vazios por não ofereceram nutrientes úteis ao organismo, portanto esses devem passar longe do cardápio das crianças.

Dúvida 5
Bebês podem comer bolachas doces/salgadas?
NutriTerapia: As bolachas são preparados a base de açúcar e farinha de trigo, ambos refinados, gordura vegetal hidrogenada e sal. Possuem alto valor energético (aproximadamente 400 kcal/100g) e pobre teor nutricional. Os biscoitos possuem excelente palatabilidade e boa aceitação por parte das crianças, mas estão longe de serem considerados alimentos completos ou uma boa opção para a hora da fome. o ideal para a hora do lanche são frutas secas, como bananinha ou ameixa por exemplo, biscoitos integrais e frutas frescas, claro!

Dúvida 6
É saudável a criança mamar até os 6 meses de idade, certo? Sendo assim quando o bebê completar seis meses, posso substituir as mamadas pela papinha? Ou se eu optar por dar de mamar e alimentar com papinhas ao mesmo tempo, como devo proceder? (o intervalo entre mamadas e papinha )
NutriTerapia: Como o prórpio nome diz, a alimentação complementar serve para complementar o leite materno que já não é mais suficiente para oferecer sozinho todos os nutrientes necessários para a criança crescer e se desenvolver de forma adequada.
As refeições devem ser introduzidas de forma lenta e gradual e devem entrar no lugar de uma mamada de cada vez. 
O ideal é começar oferecendo sucos de frutas claras no lugar da mamada do meio da manhã e a partir do sétimo mês, substituir a mamada do meio do dia pela primeira refeição salgada da criança. 

Dúvida 7
Os bebês podem comer iogurtes (danoninho)  e leite fermentado (Yakult)? Com que idade é ideal introduzir na alimentação?
NutriTerapia: Como dito anteriormente, alimentos industrializados e ricos em açúcar são mais fáceis de serem tolerados pelas crianças, portanto devem ser evitados até que ela seja exposta a maior parte dos alimentos disponíveis e consumidos habitualmente pela família. Além disso, alimentos industrializados possuem uma série de corantes e adoçantes artificias e estes compostos costumam ser potencialmente alergênicos, podendo provocar reações alérgicas quando introduzidos precocemente e causar interferência na aceitação dos demais alimentos.

Lembrem-se: estudos recentes relacionam a alimentação inadequada na primeira infância com a obesidade na vida adulta, portanto: criança que adquire bons hábitos na infância tornam-se adultos mais saudáveis.

2 comentários:

  1. Meu filho não come nada quando acorda e costuma acordar muito tarde, tipo depois das 10:30hs, até o almoço não quer comer nada que não seja leite fermentado, tem algum problema nisso??

    ResponderExcluir
  2. Dependendo da idade dele, o ideal seria oferecer-lhe um café da manhã nutricionalmente adequado, que contenha alimentos importantes para começar o dia como pães, de preferência integrais, queijo ou leite e frutas. Esses alimentos podem ser oferecidos em pequenos volumes e o almoço pode ser oferecido no intervalo de 2 a 4 horas após o desjejum. O hábito de realizar o café da manhã garante um dia alimentar mais completo e um desenvolvimento mais saudável. Boa sorte!!

    ResponderExcluir

Newsletters

Facebook

Twitter

Instagram