sexta-feira, 17 de junho de 2011

Michelle Obama propõe nova representação gráfica para ilustração das recomendações nutricionais diárias

Desde que Barack Obama assumiu o poder em 01/2009 ouvimos com muito mais freqüência o nome e a forma de atuação da primeira dama Michelle Obama.
Michelle é uma aliada e ativista nessa luta pela alimentação saudável. Suas primeiras ações começaram há pouco mais de um ano quando a primeira-dama lançou o projeto Let’s Move, com o objetivo de reduzir a 5% até 2030 o índice de obesidade infantil, um problema que atinge uma em cada seis crianças dos Estados Unidos.
Seu programa pretende melhorar a qualidade de vida e estado nutricional da população americana, especialmente infantil, através de alertas sobre qualidade da alimentação e importância da prática de atividade física.
O problema de sobrepeso afeta uma em cada três crianças nos Estados Unidos, porém uma em cada seis está obesa. A taxa é crescente desde os anos 1970, quando apenas uma em cada 20 crianças tinha algum problema com o excesso de peso.
As medidas propostas por Michelle são possibilitar um consumo maior de frutas e verduras diariamente em casa, alertar para a diminuição do consumo de produtos industrializados com excesso de sal, gordura e açúcar, e contribuir com a oferta de refeições mais saudáveis em escolas.

A última novidade da primeira dama, apresentada em 02/06/2011, foi o anúncio da substituição da representação alimentar gráfica, conhecida como Pirâmide Alimentar, pela figura de um prato, o MyPlate.


Essa nova representação tem como princípio facilitar a visualização e o entendimento de como deve ser a composição de um prato ou a base de um dia alimentar.
Ela divide o prato em quatro porções iguais: uma de fruta, uma de verduras, outra de proteínas e uma última de cereais integrais (acompanhados de um copo, representando os lácteos).

Eu, particularmente falando, acredito que a imagem pode gerar algumas confusões na cabeça de pessoas com baixo conhecimento em nutrição e em crianças, pois o prato sugere que em apenas 1 refeição devemos ingerir todos os grupos alimentares, quando isso não é verdade, afinal hoje sabemos que alguns nutrientes quando consumidos em conjunto tem o poder de interferir em seu processo digestivo e absortivo.
Acredito que um dia alimentar deve sim contem todos os grupos alimentares, porém em quantidades suficientes, afinal apenas 1 porção de cada grupo alimentar por dia não é capaz de suprir as necessidades nutricionais nem de um adulto nem de uma criança.

A tentativa de facilitar o entendimento à população é válida, porém essa ainda não será a única representação gráfica que utilizarei para ilustrar a composição nutricional de um dia alimentar ideal aos meus clientes, afinal as novas ilustrações de pirâmide têm melhorado a cada dia e a visualização de uma rotina alimentar, tanto em quantidade como em qualidade de alimentos, tem ficado cada vez mais compreensível.

Gostaria de deixar claro que admiro, apoio e aprovo TODAS as tentativas de melhorar a qualidade da alimentação, principalmente infantil, no mundo, mas gostaria também de deixar registrada a minha opinião sobre a mais recente contribuição norte americana nessa área, afinal em breve muitos de nós teremos contato com a imagem e, minha função, enquanto profissional da área de alimentação, é desenvolver e possibilitar um olhar crítico para as novas recomendações nutricionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Newsletters

Facebook

Twitter

Instagram