quarta-feira, 22 de maio de 2013

Desabafo de uma nutricionista (indignada!)...

Nutrição não é dieta!


Apesar de ser tão frequente a ponto de nem me incomodar mais, tento ainda me entristecer quando vejo nutricionistas sugerindo dietas como a do cogumelo (http://saude.terra.com.br/dietas/dieta-do-cogumelo-vira-febre-entre-famosas-como-katy-perry,f1a8a936d7dbe310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html). 

Nutrição é tão maior e mais importante do que fazer qualquer coisa para sua cliente perder 2 quilinhos, comprar um livro e, se possível, um kit de alguma coisa que nunca será usada....... Dietas da moda são, sem medo de errar, puro estelionato. Uma falsa promessa que atinge tanto sua razão quanto suas emoções (será que a Katy Perry realmente passa dias só comendo cogumelo?), uma forma de tentar vender ilusões a preço invariavelmente caro. Tem que ser caro, afinal há inúmeros estudos que ligam a credibilidade ao valor, e todo estelionatário sabe disso.

Puxa, será que estelionato não é um termo muito forte? Não, porque se quem assina a dieta é uma nutricionista, então ELA SABE que "dietas da moda" não funcionam. Estatisticamente. Sua chance de fazer qualquer dieta e permanecer saudável após, digamos, um ano, é desprezível. E a malandrinha que assina SABE DISSO. Mas o cerco é inteligente, porque se você passar uma semana comendo só isopor, você vai emagrecer e muito. Se você ficar perdido na selva ou ficar muito doente também, o que não significa muita coisa. Como ninguém vive de isopor, então você volta para o que você sabe fazer, que é comer de forma pouco saudável e........ Surpresa, você volta a mesma situação de antes. Mas aí, querida, a culpa é sua, enquanto você seguiu a dieta ela funcionou!!!!! 

Em tempo, não tenho birra com dietas. O problema é que elas não funcionam. Se você quer seguir uma dieta específica, há uma especificamente que vem ganhando espaço na literatura CIENTÍFICA, não na Contigo, que é a restrição alimentar intermitente, chamado incorretamente de jejum intermitente. Neste método você restringe as calorias a um valor muito baixo em 2 dias da semana, enquanto nos outros 5 se alimenta da forma correta (não de qualquer jeito). Funciona, os trabalhos científicos não mentem, mas deve ser feita sob supervisão nutricional.

Resguardadas algumas particularidades genéticas ou patológicas, exceções que confirmam a regra, o ganho de peso é um sintoma. Sintoma de que o equilíbrio entre ingestão e gasto energético está desequilibrado para mais. Você come mais do que gasta, você ganha peso. Você come a mesma coisa que gasta mas com qualidade ruim, você fica magro mas fica doente. Lembrem-se, obesidade é fator de risco para várias doenças, mas há milhões de pessoas com peso adequado ou pouco acima do recomendado com problemas metabólicos relacionados a má alimentação. Aliás, estudos recentes mostram que associação de alguns alimentos (nozes e azeite) a uma dieta padrão (no caso a mediterrânea) reduz o risco de doenças cardíacas mesmo sem perda de peso. Dietas mágicas te levam a um constante ciclo de privações e frustrações ABSOLUTAMENTE DESNECESSÁRIAS, mas extremamente lucrativas para quem vive de enganar os outros, afinal a pessoa que segue dietas seguirá para sempre fazendo dietas, é um cliente eterno. Quem aprende a comer aprende e tchau, adeus nutricionista.

A função da nutricionista é te ajudar a comer melhor. É ensinar como organizar sua alimentação, e de toda a sua família, de acordo com o que ESTUDOS CIENTÍFICOS, não a Katy Perry, a Jennifer Aniston, ou qualquer outra atriz americana definem como a melhor forma de se alimentar. Durante décadas a televisão e o marketing ensinaram as pessoas a se alimentar da forma que lhes permitisse alcançar o maior lucro possível, mas quando nutricionistas fazem isso, como todo o respeito, elas merecem uma surra.

Eu tenho vergonha de nutricionistas que indicam dietas cretinas. Eu sinto muito pelas vítimas do golpe. A culpa não é de vocês, é dos estelionatários.

Um comentário:

  1. acho que você deveria abrir uma página onde as pessoas pudessem deixar sua receitinhas, seus pratos inovadores, suas invenções na "sua nova cozinha saudável", onde você pudesse dar sua opinião ou modificações nas futuras receitas, fica a dica.

    ResponderExcluir

Newsletters

Facebook

Twitter

Instagram